Ode triunfal dos fliperamas sujos!

28 mar

Antes de começar tenho que dizer a todos vocês que sou velho. Já tinha noção de muitas coisas no começo da década de 90 quando muito moleques de hoje ainda nem tinham nascido. Porra! Tinha fantasias sexuais com a Alys de Phantasy Star! Se isso não é ser um moleque muito do safado – ou extremamente solitário – não sei o que é mais.

Então, como bom moleque lá pelos meus 9, 10 anos também era louco por videogame. Isso todo mundo sabe. Mas não contei algo que formou minha personalidade gamística e certamente e de muita gente da minha idade.

O fliperama!

Para os que nasceram depois de 1995, os fliperamas eram lugares onde a gente ia jogar coisas que nunca, jamais, iriamos poder jogar nos nossos pequenos consoles. Quer dizer, se você não era podre de rico para comprar o Neo Geo. Mas quase ninguém era, então todo mundo ia ao fliperama.

Era o lugar da socialização por excelência! Não iam somente moleques doidos pra jogar uma partida de Street Fighter 2 ou Mortal Kombat, mas toda uma fauna que poucas pessoas ligariam a videogame. Aliás, tinha sempre gente muito suspeita nesses fliperamas e eu não discordo se me disserem que nego fazia coisas ilícitas por lá quando nós, pobres crianças inocentes ficavamos entretidas em arrancar cabeças com coluna e tudo com o Sub Zero…

Os lugares que eu frequentava eram menos iluminados que esse aí...

Devo dizer que com isso o fliperama lá pelo início da década de 90 era um lugar visto com muita disconfiança e medo pelos pais. Várias vezes fui a algumas das bibocas mais sujas da minha cidade para jogar acompanhado de um amigo meu e seu pai que não nos largava de jeito nenhum.

Era uma aventura ir ao fliperama!

Mas as preocupações de nossos pais eram válidas, não posso negar isso hoje. Isso porque esses lugares eram em sua grande maioria instalados em lojinhas pouco iluminadas e sujas ou em becos debaixo de escadas mesmo. Eu mesmo conheci minha primeira máquina de Double Dragon numbeco sujíssimo e escuro onde eu nunca esperava que pudesse haver um fliperama. Só descobri o local por causa de um colega de escola meu. Hoje o lugar continua um beco sujo e escuro, mas completamente abandonado…

Lembro também que uma vez testemunhei uma batida policial dentro de um fliperama que eu tinha acabado de entrar. Estava sozinho, devo mencionar logo.  E tão logo os meganhas entraram no lugar já trataram de mandar os moleques pirracentos embora. Um deles saiu chorando como, bem, como uma criança obviamente.

Gostaria muito de dizer que fiquei e enfrentei bravamente os policiais enquanto eles esvaziavam o local para jogar suas partidas de Mortal Kombat sem serem importunados, mas não foi o que aconteceu. Tão logo vi um monte de moleques sendo escurraçados do lugar também saí eu, mas de fininho, antes que qualquer um me notasse. Eu era um nerd de uns 12 anos mais ou menos, jamais que iria peitar um adulto e ainda por cima armado!

Fora esses pequenos problemas, eram locais até pacíficos onde uma miríade de sujeitos completamente diferentes dividiam os controles. Existiam, como já disse, os moleques como eu. Mas também haviam adolescentes matando aula, adultos sem ter o que fazer, além de uma série de gente muito suspeita que vivia dentro desses lugares só pra passarem o dia ou sei lá o que… Todos eles vivendo em relativa harmonia. Isto é, até alguém resolver aporrinhar o outro enquanto estiver jogando…

Sim, eu aporrinhava muito! Verdade seja dita, eu ia ao fliperama mais para ver os outros jogarem do que para eu mesmo jogar. Em grande parte porque eu era completamente duro e meus pais não me dariam dinheiro para jogar todos os dias que eu quisessem. Em outra porque eu era uma merda mesmo. Sempre perdia na terceira luta ou coisa que o valha. Quando começava a jogar rezava pra que ninquém aparecesse querendo jogar contra comigo, senão perdia minha ficha mais cedo…

Por isso me resignei a olhar mais que jogar. E assim passava tardes inteiras!

Hoje em dia os fliperamas de outrora foram substituidos pelas lan-houses. Os tipos que frequentam o lugar não mudaram muito com o tempo, mas toda a atmosfera mudou. Talvez pelo fato de cada um ficar circunscrito ao seu próprio computador horroroso faz com que a parte socializante seja um pouco perdida… Ou não, eu posso estar terrivelmente equivocado!

Pra terminar, hoje todos os jogos tem suporte online e servidores próprios na internet. Dá pra tirar um contra em Street Fighter contra um cara no Japão em tempo real. E assim ter o prazer de ser surrado por um japonês que certamente tem mais tempo do que você para jogar.

Mas pra mim nunca será igual a jogar num local sujo e cheio de tipos suspeitos onde qualquer um poderia ficar do seu lado e te desafiar. Dava um t0m mais pessoal a coisa toda que hoje não existe. Ou você por acaso já viu a cara do seu carrasco japonês? Suponho que não.

Por hoje é só pessoal! Fiquem com uma imagem clássica dos bons e velhos fliperamas:

 

5 Respostas to “Ode triunfal dos fliperamas sujos!”

  1. danielsbraga 29/03/2011 às 1:57 #

    Eu jogava muito Cadillac Dinosaurs num fliperama-boteco que tinha perto da minha casa. Os botões eram completamente encardidos! Velhos tempos de outrora!

  2. Erisianus 24/04/2011 às 19:53 #

    Eu nunca vencia nestas partidas. Só venci o final de the King of Fighternoventa e algo porque dei sorte.

  3. Edmilson 18/07/2011 às 14:24 #

    Cara eu vivi fliperama de 88 a 95 depois disso eles desapareceram. Comovocê eu fui ao fliper pela primeira vez com um amigo depois da aula e depois disso me encantei pois meus pais não podiam me dar um videogame naquela época.
    Hoje não vejo mais a molecada se socializar em lugares como estes ” ah bons tempos esses”.
    Montei meu prórpio fliperama para jogar em casa e relembrar os golpes qeu dava no street fighter, hehehe como era bom ser lembrado naquele lugar como um cara bom de jogo, hehehe
    Abraços

  4. Revolta 08/02/2013 às 19:18 #

    Caras como vc merecem morrer na frente do computador seu nerd fdp! Falar que fliperama e lan house são lugares sujos e que só entra pivetes e vagabundos só se for os que vc frenquentava…

  5. pirata 08/08/2013 às 1:42 #

    vcs sao muleques de predios fica reparando se o botao ta sujo kkkkkkkk olha pro seu proprio lan house pega no meu pau filhoda puta vira homem…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: