O que não fazer numa sessão de cinema.

31 jul

Cá estou eu, depois de meditação profunda a fim de encontrar um assunto interessante pra conversar aqui. Creio até que encontrei um bom neste momento.

Enfim, acredito que todos que me conheçem também gostam de cinema. Sim, não há nada melhor do que gastar umas boas duas horas numa sala fechada, escura e refrigerada assistindo a um bom filme. Mas sempre existem os poréns, e quantos são eles! Até porque não se pode esperar que haja paz e harmonia eterna num lugar que reúne um monte de gente diferente ao mesmo tempo, ainda que eu tente esquecer da existência de todos tão logo a luz se apague. Sem sucesso em algumas vezes, é verdade…

Então, vamos a uma listinha do que pessoas minimamente civilizadas, ou qualquer um idealmente, deveria serguir. É simples, rápido e fácil.

Conversar durante o filme


Essa é clássica. Você está lá, sentadão na sua cadeira tentando assistir ao filme quando na fileira atrás ou a frente tem um chato ou um grupo deles comentando o filme.

Simplesmente comentam qualquer coisa aleatória e alheia ao que será mostrado na tela!

A questão é: se queriam conversar por que não foram a um boteco ou qualquer outro lugar que não fosse o cinema? E o que os faz pensar que é a coisa mais normal do mundo atrapalhar o entretenimento dos outros com isso?

Mas não é tudo! Existe um desdobramento desse problema muito mais perigoso e letal para os envolvidos; falar sobre o filme durante o mesmo!

Pois é, e numa dessas o famigerado conversador solta uma coisa que vai acontecer no filme só daqui há uns 20 minutos ou mais. Não sei quanto a vocês, mas eu tenho vontade de pegar o chato e estourar a cabeça do dito contra uma parece assim como se faz com uma uva- vi isso num filme de terror quando tinha uns 7 anos. Por isso é um hábito letal e perigoso…

Falar ao celular

Quase como uma variação do citado acima, mas com o agravante das luzes do aparelhinho. Sim, porque hoje em dia não basta os celulares terem toques que ultrapassem os limites seguros de decibéis recomendados pela Organização Mundial de Saúde. É preciso que aquelas pestes tenham luzes tão fortes quanto o farol de milha de uma carreta!

Desse modo, você é obrigado a aturar aquela iluminação de boate gay enquanto tenta assistir ao seu filme

Não consigo imaginar um tipo de punição cruel o suficiente pra essa gente. Talvez só mesmo retirar os celulares dessa gente.

Anda anda no cinema

Curto e grosso. Cinema é sagrado, e como tal deve-se assistir as películas com a máxima reverência, mesmo que o filme seja uma bosta. Portanto, se querem andar de um lado pro outro vão para uma porra de uma pista de cooper!

Casais mais que apaixonados ao lado

Essa tenho certeza que todo mundo passou, e com um pouco de sorte fez parte do grupo pelo menos uma vez. Não tem nada mais chato do que você querer ver o filme enquanto o casal ao lado está quase em pleno ato sexual, um sugando a boca do outro e sabe-se lá o que mais.

Francamente, se queriam se agarrar loucamente, vão pra um motel! Ninguém é obrigado a aquentar as taras exibicionistas dos outros, principalmente se estiverem perto demais de você. Aí a pobre vítima tem apenas duas opções: ou muda de lugar ou tenta uma vaguinha na suruba…

Adolescentes

Deixei a maior praga para o final. Nada, absolutamente nada é pior do que um bando de adolescentes na mesma sala de projeção do que você. Eles simplesmente fazem tudo que foi citado acima e com orgulho. E não há nada que pare uma horda de adolescentes enfurecidos querendo provar pra si mesmos que são crescidinhos enquanto agem como moleques do primário.

Por ser praticamente o inferno na terra, adolescentes podem ser citados como a maior praga cinematográfica desde Uwe Boll. É recomendado não ir a filmes que possam ter uma dose mínima deles e correr de qualquer grupo que possa se aproximar.

Todo cuidado é pouco se você não tem uma TV Full HD de 70 polegadas e um sistema de som foda e casa. Terá que se aventurar em cinemas…

3 Respostas to “O que não fazer numa sessão de cinema.”

  1. Erisianus 01/08/2010 às 1:04 #

    Então, eu abandonei o cinema faz algum tempo por causa de coisas assim. Acho que irei enquanto a Deia estiver aqui, Mike.

    Então, adolescentes são coisas ruins em todo lugar. Sua presença numa sala de cinema não constitui a verdadeira praga, que é a atidude deles em todos os lugares.

    E também gostaria de saber se assistirá Ponyo. Parece muito fofo para mim, mas foi o miyakaki quem fez e até hoje nunca me desapontou.

  2. Daniel 01/08/2010 às 11:51 #

    Falou tudo, Michel. Essa lista é um padecimento pra todo mundo que gosta de cinema.
    Só nos filmes “de arte” que isso não acontece… ou melhor, quase nada disso acontece. O telefone celular, companheiro incerto nas horas indevidas, toca sempre no bolso de um desavisado cult.

    Todo mundo que vai ao cinema devia, no momento em que comprasse um ingresso, assinar um termo de compromisso: não atender o celular durante a sessão, não falar acima de 30 decibéis, e não usar a sala de cinema como cama de motel! Hahahahah!!!

  3. Ana 01/08/2010 às 16:07 #

    Como ficar livre da praga adolescente, eles são como gremlimsssssssss!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: