Futebol, o épico moderno.

29 jun

Hoje em dia as histórias épicas se focam tão somente em fantasias medievais e contos que ocorreram na época que os bichos ainda falavam. A modernidade, ao que parece, perdeu aquele sentido aventureiro de antigamente.

Culpa da televisão, que nos faz assistir  novelas toda noite ao invés de contar histórias em volta de uma fogueira. Mas a televisão também é responsável pelos videogames, aquela tentativa brilhante de retorno ao nosso heroísmo perdido. Ainda que caras gordos numa poltrona não sejam lá muito heróicos…

Enfim, estava pensando que, uma vez que estamos em época de Copa do Mundo, poderíamos falar um pouco sobre o esporte que aglomera as massas e enche as ruas dos barulhos mais irritantes; o futebol. Pra falar a verdade, nem é sobre futebol em si que eu pretendo escrever aqui, mas sim das transmissões de televisão.

Ora, como se eu fosse o tipo de sujeito que gosta de ir a estádios. Tá, já fui algumas vezes ao mineirão ver um jogo ou outro. Contudo, a última coisa que olhei naquela hora foi o jogo. Isso quando o tropeiro que eu comia não se revoltava dentro do meu estômago…

O que estou querendo dizer é; só quando se assiste essa benga pela televisão é que temos a idéia de que o esporte em si é uma coisa grandiosa, mesmo que não seja coisa nenhuma.

Exemplo, você está assistindo um jogo num estádio e aquela merda é uma chatice pura. Muita gente tem o hábito de ouvir rádio ao mesmo tempo, já que o narrador passa mais emoção ainda que nada aconteça verdadeiramente em campo. E pode ter certeza, funciona. Eu na minha época de torcedor fanático, ouvia o jogo no rádio no domingo e quando via os lances pela televisão achava que tinha acompanhado outro jogo… Mas isso morreu depois que eu fiz 15 anos, então não conta mais.

Além do mais, estou falando de televisão aqui.

Na TV não temos os narradores se esgoelando pra transmitir emoção, até porque, todo mundo está vendo a mesma coisa do narrador. Seria idiota o cara gritar por uma coisa que não tem importância efetiva  nenhuma no decorrer da partida. Então o que eles fazem? Simples, meu garoto! Eles usam imagens! Toneladas delas e de todos os tipos.

Agora entramos no assunto.

As transmissões fazem com que os jogadores se transformem, de pessoas comuns, em verdadeiros heróis do seu povo. É pra isso que servem aquelas imagens em câmera lenta repetidas à exaustão dos feitos deles. Como que para dizer o tempo todo que o sujeitos não são pessoas normais como eu ou você… Bem, eu não sou normal pelo simples motivo de escrever um blogue, mas isso não quer dizer nada já que não posso nem chutar uma bola.

Até mesmo a bola torna-se um personagem dessa história. Muitas vezes toma até um aspecto bem humano, como atualmente com a tal bola da copa cujo nome não me interessa de modo nenhum.

Mas antes de terminar não posso deixar de falar dos torcedores. Aquela gente maluca que gasta rios de dinheiro pra ver onze caras correndo atrás de uma bola quando poderia investir em forma mais interessantes de conseguir sexo. Eu pelo menos pensaria nisso se tivesse esse tempo e dinheiro… Mas continuando, o caras se matam, gritam e esgoelam por seus times atrás de uma recompensa que, se pensar direito, é bem idiota: ver seu time ganhar. Eles são os verdadeiros personagens dessa coisa toda. As pessoas comuns que vêem os heóris passarem em sua frente com seus feitos para depois contar a todos como foi.

Afinal, é de contar histórias, muitas vezes bestas, que se fazem os épicos.

Uma resposta to “Futebol, o épico moderno.”

  1. Carla 06/07/2010 às 2:09 #

    “quando poderia investir em formas mais interessantes de conseguir sexo” é ótimo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: