Os cinco piores livros do mundo.

13 maio

Sim, vamos falar de porcarias hoje. No caso os livros mais detestáveis que eu já tive o desprazer de encontrar durante minha vida. E digo que não foram poucos. Mas como não quero me alongar muito, vou simplesmente elencar os cinco livros mais chatos, mais rançosos e remelentos que já pus as mãos. No caso, o cinco piores livros do mundo! Sim, do mundo. Não diga que não sou um crítico antenado com as coisas… Tá, não sou, mas é minha lista, então eu digo que é uma merda ou não ainda que você ame o livro que eu citar.

Aliás, se você gostar dos livros que vou citar aqui, você merece ser enrabado pelo Kid Bengala num dia frio e com muita areia, seu corno. Nunca vi ter gosto pior!

Então começemos.

O Código Da Vinci

Não é propriamente um livro ruim. Admito que anos atrás eu o comprei e li praticamente numa única tarde. Aí você me diz, “então o livro é bom, seu veado!” Não necessariamente.

Vou tentar me abster das críticas sobre a história ser infundada e coisa e tal. Isso pra mim é o de menos. Cacete, se eu leio um romance estou pouco me lixando se ele retrata a realidade, quanto menos melhor. Mas sempre tem os idiotas que acreditam nas primeiras porcarias que lêem. Pra esse povo só posso desejar que um dragão queime seu rabo, afinal, eles acreditam mesmo…

Enfim, o livro tem uma narrativa rápida e até bem construída, mas porque ele é uma porcaria?

Simples, a composição dos personagens é idiota. Robert Langdon parece um Indiana Jones fora do prumo, sem falar que a tal cadeira de simbologia nem existe. Se o cara fosse doutor em semiótica tava melhor… Mas continuando. A parceira do cara, cujo nome não vou fazer força de lembrar, é uma besta quadrada, sempre dizendo em alto e bom som “não entendo” para qualquer raciocínio equivalente a 2+2=4. Sim, ela é uma anta e não entende as coisas mais básicas. Isso sendo ela uma perita da polícia francesa. Perita sabe-se lá do que.

Por fim existe o professor sei lá o que, amigo de Langdon. O cara é totalmente bizarro e tem motivações que eu nem consigo entender quais são. Pra falar a verdade, nem me lembro, dada a relevância disso. E podemos arrematar num final totalmente idiota, onde as coisas se arranjam de forma totalmente imbecil até o final cliché.

Por essas e outras que O Código Da Vinci é um lixo merecedor do desprezo de todos.

Brida

Agora neguinho fã de Paulo Coelho vai chiar! Sim, eu detesto os livros do cara. São chatos, mal escritos e cheios de buracos na história. Praticamente uma aula de como não se deve escrever. Mas a turma gosta, então ele ganha mais grana do que eu e por isso pode morar numa confortável mansão nos Pirineus enquanto eu vivo num buraco sujo e fedorento com um computador vagabundo. Quem manda querer ser cult?…

Quanto a Brida, é a história de uma bruxa jovem, bonita e sexualmente furiosa. Ela conhece um sei lá que mestre, que tem toda a cara de ser o próprio Paulo, e pede a ele que a ensine o que sabe. No meio da coisa toda ela acaba conhecendo uma outra bruxa, amiga desse cara e ela a ensina algumas coisas, inclusive como transar tantricamente.

Sério, essa mulher descobre que trepar é o melhor meio de se acordar os poderes inatos… Uma pausa, por favor…

E ela transa até com o tal mestre, numa cena completamente nonsense cheia de catedrais e sei lá mais que coisas, mas que estão lá apenas para mascarar o coito em si.

No final até acontece um mega bacanal ao ar livre e todo mundo fica feliz e bem comido.

Nem acredito que tive coragem de ler essa porcaria até o final. Mas foi o primeiro e único livro de Paulo Coelho que li até o fim. O resto não consegui.

Seguinte.

O Silmarillion


Estou vendo paus e pedras indo em minha direção atiradas por fãs malucos de Tolkien… Quem sabe até armas de destruição em massa contra mim. Esses caras que usam orelhas pontudas e falam e síndarin são muito perigosos e o melhor seria não tratar com eles. Mas como eu sou maluco também não vou deixar de falar desse livro.

Certo, vamos ser justos. O Silmarillion está muito longe de ser a pilha de merda fumegante que é Brida. Na verdade, ele tem até histórias bem legais no meio de todos os relatos. O problema é que as histórias legais acabam se perdendo na infinidade de descrições de lugares, cidades, pessoas, bichos e o escambau a quatro que tem nesse livro.

De fato, dá pra acompanhar o desenvolvimento das coisas até o aparecimento dos homens. Depois vira uma maçaroca que eu nunca sei quem é homem, elfo ou fadinha do dente. Sem falar que o grande inimigo da história, Morgoth, é facilmente enganado por todo mundo e é derrotado numa das batalhas mais broxantes de que se teve notícia. Simplesmente os super deuses se emputeceram com o cara e deram uma coça nele. Muito sem graça… Isso depois do cara ter horrorizado com toda Terra Média por mais de mil anos ou sei lá quanto tempo.

De fato a narrativa acaba se perdendo no meio de tanta coisa que o Tolkien tenta colocar. O que faz lugares e personagens interessantes se perderem no meio também, como já disse.

Próximo.

Praticamente Inofensiva

Eu sei que já falei sobre O Guia do Mochileiro das Galáxias aqui antes. Mas eu não tinha lido todos os livros até então. Não vou dizer que este último capítulo da saga seja ruim… Tá bom, é um lixo…

Vamos ser sinceros. Se o Douglas Adams queria ser engraçado neste falhou miseravelmente. A história é arrastada, sem graça e cheia de piadas sem graça.

Logo de cara ele some com um personagem de um jeito totalmente estranho. Nem me importei muito com isso no começo da história, ele já tinha feito coisa pior nos outros livros. Mas o personagem some e não volta nunca mais, sem explicação. Sem falar que Arthur, que estava junto dele, não liga a mínima para o fato e continua vivendo como se nada tivesse acontecido. Puta preguiça de escrever mais, se querem saber.

As partes nas quais aparece Ford Perfect são boas e até engraçadas, as únicas partes engraçadas no negócio. Contudo, isso só ajuda a descobrir como o Arthur ficou sem graça na história. E sem função também.

Sem contar o final… Não vou dizer como é o final, mas certamente não é algo que você esperaria numa ficção de comédia, nem num drama. É muito forçado. Em suma, não gostei.

O Morro dos Ventos Uivantes

Primeiramente, tenho uma coisa a dizer sobre este livro: Puta que pariu, que história chata!!!!

O romance fala basicamente – porque eu não fiz força pra lembrar do que a história fala – de um triângulo amoroso, que de amoroso não tem muito. Temos um cara comum, um maluco adotado – Readcliff – e a mocinha da história. Pelo que me chega à memória, o cara comum casa com a mocinha, mas Readcliff fica puto e passa a atazanar o casal até a morte da mulher. Depois ele morre também e acaba a história. Podre como um romance vitoriano deve ser.

Mas alguém, não sei por que cargas d’água resolveu achar que é uma história de amor. E cometeu um filme sobre isso. Quando eu era pequeno, ouvi falar do filme e diziam que era um suspense assustador. Nunca cheguei a ver nada mais que trechos desse filme, mas pelo livro que li há sei lá quantos anos posso dizer com segurança que não tinha suspense nenhum e nada do que falam do filme é o que tem no livro.

Acho que tentaram melhorar um pouco a história pro cinema, uma vez que nas letras nada de realmente interessante acontece. Só temos o Readcliff berrando como um alucinado, a mocinha chorosa e… só. A história não tem nada de mais. Típica historinha que poderia ser vendida na banca junto com aqueles livros tipo Júlia, Sabrina e Bianca. Seria melhor que essa coisa nem existisse. E que eu jamais a tivesse lido…

Bem é isso, concordam, discordam ou querem acrescentar mais uma bomba literária das que eu já passei? Comentem, ficarei muito feliz!

14 Respostas to “Os cinco piores livros do mundo.”

  1. Red 14/05/2010 às 0:01 #

    Não li nenhum dos livros. Mas me diverti bagarai com o post.

  2. Tio Xavier 14/05/2010 às 8:13 #

    Tudo tem lá sua utilidade. Na época de Brida, depois de folheá-lo, emprestado de uma amiga, trepei com esta, com uma amiga desta e com uma outra série de moçoilas que davam papo no metrô. Traço comum: todas elas estavam lendo ou tinham acabado de ler a linda obra de Paul Rabbit e sucumbiam às conversas sobrenaturais e esotéricas do tio, direto para o motel. Good times!

  3. Erisisanus 14/05/2010 às 15:36 #

    Li o Silmarillion, o Morro (em Inglês, com o nome de Wuthering Heits; foi engraçado ler que “alguém havia cometido um filme sobre o livro”.) e tentei ler Brida também. O único daí que eu gostei foi o Silmarillionm e reconheço que por motivos aquém de como foi escrito.
    Você está certo sobre esses livros.

    Sobre o Código Da Vinci, eu o li depois de ler o primeiro livro em que o senhor Robert langdom apareceu, Anjos e Demônios. Estou em dúvida sobre se o primeiro é melhor, ou todos são iguais, porque em todos os livros Robert encontra a mocinha que se apaixona por ele, e depois eles nunca mais se veem. O primeiro era menos mentiroso, pelo menos.

  4. Diego 14/05/2010 às 17:35 #

    Papel pra enrolar baseado!

  5. micheloliveira 15/05/2010 às 22:16 #

    Eu gostei do uso libidinoso de Brida. Pena que eu nunca tenha encontrado uma fã de Paulo Coelho assim.

  6. Raquel Fontele 18/05/2011 às 15:20 #

    Quem não conhece o prazer que a literatura proporciona so pode ser ignorante mesmo…..
    “O morro dos ventos uivantes” (livro) é um dos melhores
    Clássicos da história,o Paulo Coelho é simplesmente bom no que faz,quanto ao resto eu não posso avaliar…Mais também
    Não vou criticar por não conhecer bem a história.

    • thiago 21/02/2012 às 19:17 #

      o silmarilion e o menos pior dos livros citados acima.inclusive acho que os livros do paulo coelho não servem nem pra limpar a bunda

  7. LaryLee 13/11/2012 às 21:40 #

    akkkkkkkkkkkkk eu TENTEI ler o morro dos ventos uivantes, Que historia chataaaaaaaaa letras pequenininhas e historia enrolada, 10 paginas para falar droga nenhuma uma merda! os outros eu nunca li akkkk

  8. Wanyo 20/07/2013 às 23:49 #

    Li todos os livros citados e concordo plenamente. Aliás, onde é que eu tava com a cabeça pra ler essas porcarias? e mais uma coisa, nem todos os livros de paulo coelho são ruins, existem alguns bons… eu só não descobri ainda quais, mais eu te aviso quando encontrar

  9. Cleber 31/08/2013 às 21:29 #

    Tive que rir. Falar que O Morro dos Ventos Uivantes é um dos piores livros do mundo porque VOCÊ NÃO GOSTOU? E ainda diz que quem gosta é uma pessoa sem bom gosto? Bem, você certamente deve ser leitor de gibi pra falar uma asneira tão grande como essa.

  10. Desconhecido 23/04/2015 às 18:20 #

    Quero que o autor e todos os que comentaram positivamente acerca deste post, enfiem-o no ponto médio central de seus esfíncteres retais, juntamente com a premissa estupida de considerar que um livro seja ruim, exclusivamente os mencionados.

  11. vinicius 29/06/2015 às 17:49 #

    Eu ri muito com o post, discordei de algumas coisas, mas foi divertido ler isso tudo

  12. Ana 19/07/2015 às 20:12 #

    O morro dos ventos uivantes é um ótimo livro, ao menos para os meus instintos. Evidente que a qualidade de algo é determinada pela essência de quem lê, mas muito há no livro para se extrair.🙂

  13. Raquel 13/03/2016 às 19:49 #

    Finalmente, alguem que faz criticas sem frescura, hehe
    Achei bem divertido o post, e o unico livro que li dessa lista ai foi O Morro dos Ventos Uivantes, e concordo dizendo que esse livro tem tudo, menos romance. Acho que ate um gibi do Tio Patinhas eh mais romantico.
    Eu peguei emprestado esse livro porque assim como voce, as pessoas ludibriavam meus ouvidos dizendo que a historia do filme era impressionante e a do livro igualmente emocionante. Tamanha foi minha decepcao quando li: O Heatcliff e a Catheryne sao os personagens mais chatos da historia, juntamente com os secundarios que sao um verdadeiro macarrao sem molho! A historia era pra ser focada no romance, porem nao tem nada de romantico nela. Ok, mas pelo menos, o livro foca em outra coisa, neh? Ledo engano: Uma montoera de paginas com o mesmo lenga lenga chato, e sem conteudo NENHUM alem do “romance” que como eu ja citei, nem existe.
    Com certeza, os afrescalhados que defendem esse livro acham que eh arte pura so porque e uma narrativa chatissima sem fundamento algum, ok.
    OBS: Perdoem-me pela falta de pontuacao, estou enviando isso pelo celular e ele eh daqueles antigoes e nao consigo colocar acentos nas coisas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: